Congregação de Nossa Senhora - Notre Dame

Rede Notre Dame de Educação

Rede de Educação Notre Dame

Notre Dame Rainha dos Apóstolos

Encerramento da Educação Infantil

APRESENTAÇÃO DE FINAL DE ANO



Cuidando da VIDA







 







Parabéns à Direção, Coordenadoras e Professoras pelo brilhantismo e organização.



Muito concorrida foi a Festa de encerramento da Educação Infantil. Com muita organização as crianças, preparadas por suas Professoras demonstraram o que aprenderamao longo deste ano com o Projeto: “CUIDANDO DA VIDA!”


galeria



veja o slideshow





 




PROJETO


Cuidando da VIDA




ROTEIRO


1º. Acolhida – Irmã Margarida Juver


2º. Palavras da Diretora Irmã Lourdes Urban


3º. Palavras da Coordenadora Pedagógica Mirian Gaspar



PROGRAMA DA APRESENTAÇÃO


1. Projeção….


2. Clip – Música – QUERO – Elis Regina



3. TEXTO 1


4. Apresentação JARDIM 2 – “O Planetinha”.



5. TEXTO 2


6. Apresentação MATERNAL 2 – “Lá vem o Sol”.



7. TEXTO 3


8. Apresentação JARDIM 1 – “O sítio do Seu Lobato”.



9. TEXTO 4


10. Apresentação JARDIM 3 – “Preservar”.



11. TEXTO 5


12. Apresentação MATERNAL 1 – “Cinco Patinhos”.



13. TEXTO 6


14. Apresentação TODOS – “2000 VELINHAS”.


15. Música – O QUE É O QUE É.




1.Projeção –



2.“QUERO” – Clip.


Interpretação: Elis Regina


Composição: Thomas Roth







Quero ver o sol atrás do muro
Quero um refúgio que seja seguro
Uma nuvem branca sem pó, nem fumaça
Quero um mundo feito sem porta ou vidraça
Quero uma estrada que leve à verdade
Quero a floresta em lugar da cidade
Uma estrela pura de ar respirável
Quero um lago limpo de água potável
 
 Quero voar de mãos dadas com você
Ganhar o espaço em bolhas de sabão
Escorregar pelas cachoeiras
Pintar o mundo de arco-íris

Quero rodar nas asas do girassol
Fazer cristais com gotas de orvalho
Cobrir de flores campos de aço
Beijar de leve a face da lua




3.TEXTO 1



Nunca foi tão importante e urgente “Cuidar da VIDA”.


A impressão que temos é que a vida dos seres humanos, dos animais, das plantas ficou mais frágil.


Frágeis também estão todos os elementos da natureza que alimentam a VIDA, como o ar e a água.


Por isso, hoje convidamos os senhores, as senhoras e todas as crianças e jovens aqui presentes, para que nesse dia contemplem a VIDA.


A VIDA do Planeta cantado por aqueles que são o centro de nossas vidas:


As crianças da Educação Infantil do Colégio Notre Dame Rainha dos Apóstolos.



Como não poderia deixar de ser, nossas crianças vão iniciar essa homenagem falando dele, pois é nele que vivemos, o nosso planeta Terra.


Planeta de terra, de água e de ar fundamentais para as plantas, para os animais e para todos nós.


O planeta que abriga a VIDA.






4.JARDIM 2 – “O Planetinha”



Interpretação:


Composição: Pe. Zezinho, scj








No meio de milhões de astros


No meio dê milhões de sóis


Existe um planetinha


Que gira, gira, gira


Gira sem parar



Vai girando, vai girando ao redor do astro rei


Leva um ano inteirinho para rodear o sol


Leva vinte quatro horas pra fazer um rodopio


É o meu planeta, o planeta Terra, o planeta azul


E eu moro nele no ocidente, hemisfério sul


Mas eu tenho uma historinha


Muito triste pra contar



 


 


Não tem água e não tem vida


Mais um pouco e não tem aves


Não tem ar pra respirar



O que é que uma criança


Poderá fazer de bom


Para proteger a vida


E salvar o que restou



Quando eu crescer


Vou defender o meu planeta


E libertá-lo da destruição


Vocês verão, vocês verão.









 







5.TEXTO 2


Esse planeta Terra tem muita água, mares, rios, lagoas. Mas também tem muita luz. Uma luz que deixa as florestas, as cidades, as flores, os campos muito mais bonitos. E as pessoas mais felizes.


É! Estamos falando dele do rei Sol.


Ele será cantado pela turma do Maternal 1.



6. Maternal 2 – Lá vem o Sol





Interpretação: Eliana


Composição: João Plinta – Ângela Márcla – Greyce








 

Lá vem o sol, sol,


vem pra iluminar.


Vem brilhar em mim.


Lá vem o sol, pra me encantar.


Vem sorrir pra mim.



Bem cedinho ele vai chegar.


Seu calorzinho vai me esquentar.

Lá vem o sol, sol,

vem pra iluminar.


Vem sorrir pra mim.



Lá vem o sol, sol,


vem pra iluminar.


Vem brilhar em mim.


Lá vem o sol, sol, pra me encantar.


Vem sorrir pra mim. 

 

Passarinhos irão cantar


E as florzinhas vão se alegrar.


Lá vem o sol, sol,


vem pra iluminar


Vem sorrir vem,


vem sorrir vem,


vem sorrir pra mim.



 





7.TEXTO 3




O Sol tão importante, a chuva também.


A chuva e o sol são ingredientes que lá no campo, especialmente, lá no Sitio do seu Lobato ajudam as verduras e as frutas crescerem. E chegarem a nossa mesa nos alimentando todos os dias.


Mas lá no sítio tem muito mais. E são as crianças do Jardim 1 que vão nos contar.



8.Apresentação JARDIM 1 – “O sítio do Seu Lobato”.




Interprete:Turma do Jardim 1


Composição: Domínio público – folclore.








Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô
E no seu sítio tinha um cachorrinho, ia, ia, ô
Era, au, au, au, pra cá
Era, au, au, au, pra lá
Era au, au, au, pra todo lado ia, ia, ô



Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô


E no seu sítio tinha um porquinho, ia, ia, ô


Era oinc, oinc, oinc pra cá
Era, oinc, oinc, oinc pra lá
Era, oinc, oinc, oinc pra todo lado, ia, ia, ô



Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô


E no seu sítio tinha uma vaquinha ia, ia, ô


Era, mu, mu, mu pra cá
Era, mu, mu, mu pra lá
Era, mu, mu, mu pra todo lado, ia, ia, ô



Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô


E no seu sítio tinha um patinho, ia, ia, ô
Era, quá, quá, quá pra cá
Era, quá, quá, quá pra lá
Era quá, quá, quá pra todo lado ia, ia, ô
 

Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô
E no seu sítio tinha um peixe, ia, ia, ô
Era glub, glub, glub pra cá
Era glub, glub, glub pra lá
Era glub, glub, glub pra todo lado ia, ia, ô



Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô


E no seu sítio tinha um cavalinho, ia, ia, ô


Era cloc, cloc, cloc pra cá
Era cloc, cloc, cloc pra lá
Era cloc, cloc, cloc pra todo lado, ia, ia, ô



Seu Lobato tinha um sítio, ia, ia, ô


E no seu sítio tinha uma galinha ia, ia, ô


Era có, có, có pra cá
Era có, có, có pra lá
Era có, có, có pra todo lado, ia, ia, ô
 






 




1.TEXTO 4



Por tudo que assistimos até aqui, é impossível não ter percebido, não saber, não ter a consciência de uma coisa.


É inadmissível ignorar a importância de uma palavrinha, tão simples, tão fácil de falar e que as crianças já sabem. E o Jardim 3 vem nos lembrar o quanto é valioso PRESERVAR.




2.Apresentação JARDIM 3 – “Quem te ensinou Preservar?



Interpretação e Composição:








Quem te ensinou preservar


quem te ensinou preservar


foi, foi marinheiro


foi a beleza do mar



Quem te ensinou preservar


quem te ensinou preservar


foi, foi a floresta


que é linda de se admirar




E nós que vivemos


Dessa terra, desse mar.



Natureza vamos ajudá-la


nós queremos te preservar.


3.TEXTO 5





Preservar é preciso.


Preservar antes de tudo a inocência, o frescor do início da vida humana.


Momento que passa tão rápido, mas que com amor e dedicação permanece inesquecível no coração de cada um de nós.



4.Apresentação MATERNAL 1 – “Cinco Patinhos”.




Interpretação: Xuxa







 

Cinco patinhos foram passear


Além das montanhas


Para brincar


A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá


Mas só quatro patinhos voltaram de lá.



Quatro patinhos foram passear


Além das montanhas


Para brincar


A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá


Mas só três patinhos voltaram de lá.



Três patinhos foram passear


Além das montanhas


Para brincar


A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá


Mas só dois patinhos voltaram de lá.

 Dois patinhos foram passear

Além das montanhas


Para brincar


A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá


Mas só um patinho voltou de lá.



Um patinho foi passear


Além das montanhas


Para brincar


A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá


Mas nenhum patinho voltou de lá.



A mamãe patinha foi procurar


Além das montanhas


Na beira do mar


A mamãe gritou: Quá, quá, quá, quá


E os cinco patinhos voltaram de lá.





5.TEXTO 6




Finalizando esta apresentação cabe aqui uma reflexão:


Planeta Terra, sol, chuva, animais, plantas, crianças, homens e mulheres. Cada um com seu papel na teia da VIDA.


Todos conscientes ou não, são protegidos por aquele que foi e permanece incansável a nos ensinar que para valorizar a VIDA é preciso ter um amor infinito.


Por isso nosso agradecimento a Ele.



6.Apresentação TODOS – “2000 VELINHAS”.


Interpretação: Fábio Jr.


Composição: Marinho Marcos / Carlos Colla









Duas mil velinhas pra comemorar
O aniversário de Nosso Senhor
Vamos todos nesse dia celebrar
A mais linda manifestação de amor

Duas mil velinhas vamos acender
Com carinho, com respeito e gratidão
Vamos todos num só canto agradecer
Ao Nosso Senhor com muito amor no coração

Jesus, muito obrigado
Abençoai e protegei a humanidade
Jesus, muito obrigado
Que seja feita sempre a Vossa vontade

Jesus, muito obrigado…



 



Depois de agradecer a Jesus, temos uma última pergunta:


O que é a vida?


Quem sabe a resposta?





7.Música – O QUE É O QUE É.


Interpretação e Composição: Gonzaguinha







Eu fico com a pureza da resposta das crianças
É a vida, é bonita e é bonita
Viver e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar.. (E cantar e cantar…) A beleza de ser um eterno aprendiz
Ah meu Deus!
Eu sei… (Eu sei…) Que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isso não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita

Viver e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar.. (E cantar e cantar…) A beleza de ser um eterno aprendiz
Ah meu Deus!
Eu sei… (Eu sei…) Que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isso não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita

E a vida?
E a vida o que é diga lá, meu irmão?
Ela é a batida de um coração?
Ela é uma doce ilusão?
Mas e a vida?
Ela é maravilha ou é sofrimento?
Ela é alegria ou lamento?
O que é, o que é meu irmão?
Há quem fale que a vida da gente
É um nada no mundo
É uma gota, é um tempo
Que nem da segundo,
Há quem fale que é um divino
Mistério profundo
É o sopro do Criador

Numa atitude repleta de amor
Você diz que é luta e prazer;
Ele diz que a vida é viver;
Ela diz que o melhor é morrer,
Pois amada não é
E o verbo sofrer.


Eu só sei que confio na moça
E na moça eu ponho a força da fé
Somos nós que fazemos a vida
Como der ou puder ou quiser

Sempre desejada
Por mais que esteja errada
Ninguém quer a morte
Só saúde e sorte

E a pergunta roda
E a cabeça agita
Fico com a pureza da resposta das crianças
É a vida, é bonita e é bonita

Viver e não ter a vergonha de ser feliz
Cantar.. (E cantar e cantar…) A beleza de ser um eterno aprendiz
Ah meu Deus!
Eu sei… (Eu sei…) Que a vida devia ser bem melhor e será
Mas isso não impede que eu repita
É bonita, é bonita e é bonita (bis)