A partir de observação de casulo, educandos aprendem sobre a metamorfose das borboletas
6 de fevereiro de 2019 Notícias , , , , ,
PHOTO-2019-02-05-12-14-31

Na tarde de terça-feira (05), as crianças matriculadas nos diferentes segmentos do Ensino Fundamental I do Colégio Notre Dame Rainha dos Apóstolos observaram uma das etapas da metamorfose das borboletas: a de permanência no casulo.

A atividade, orientada pela estagiária do Laboratório de Ciências e Biologia da instituição de ensino, Isabella Rodrigues, contextualizou o aprendizado acerca da transformação do inseto, ocorrida em quatro fases.

Primeiramente, como compreenderam os educandos, o embrião permanece inativo no ovo – posto, geralmente, em folhas de plantas -, até que as condições climáticas sejam favoráveis para que ocorra a eclosão, liberando a larva.

A lagarta, então, dedica-se, por um período que varia de alguns meses até mais de um ano, a crescer e a armazenar energia, enquanto produz fios de seda, ou semelhantes, que se prendem à superfície onde ela está, protegendo-na de predadores.

PHOTO-2019-02-05-11-29-09_1Após várias mudanças de pele, o inseto atinge a fase de pupa, na qual os fios servem para construir o casulo – observado pelas crianças através de uma caixa adequada ao desenvolvimento da borboleta.

Nessa etapa, a larva permanece em estado de total repouso, por um período que varia de uma semana a um mês, e os tecidos do seu corpo vão modificando-se até que o inseto esteja pronto para romper o casulo e liberar suas asas.

Na vida adulta da borboleta, fase que dura de uma semana a alguns meses, sua principal atividade será a reprodução, a fim de dar início a um novo ciclo.

É nela, também, que, além de encantar pela delicadeza da sua aparência, ela atua na polinização de determinadas espécies de plantas.

Veja mais fotos:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>